Oikos News

🔒
❌ Sobre o FreshRSS
Há novos artigos disponíveis, clique para atualizar a página.
☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Ituano vence o CRB em casa e encosta no G4 da Série B



No fechamento da 32ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Ituano recebeu o CRB no Estádio Novelli Júnior, em Itu (SP), e venceu por 1 a 0. O atacante Brenner foi o autor do único gol da partida na noite deste sábado.



Assim, a equipe paulista chega à segunda vitória seguida na competição e salta para a quinta colocação, com 47 pontos ganhos. Dessa forma, encosta no G4, uma vez que a distância para o quarto colocado Vasco cai para apenas dois pontos.

Por outro lado, o clube alagoano amarga a terceira derrota consecutiva e perde a oportunidade de se afastar ainda mais do Z4. Na 12ª posição, o time soma 40 pontos - cinco a mais que o CSA, primeira equipe dentro da zona do rebaixamento.

Pela próxima rodada, portanto, o Ituano visita o campeão Cruzeiro, às 21h30 (de Brasília) de quarta-feira, no Mineirão. Na noite anterior, o CRB recebe a Chapecoense, a partir das 19 horas, no Rei Pelé

O duelo entre Ituano e CRB

Jogando em seus domínios, o Ituano partiu para cima e chegou com perigo logo aos cinco minutos de jogo, em chute de Léo Ceará. Depois, aos 18, após contra-ataque, Aylon saiu cara a cara com Diogo Silva, mas finalizou nas mãos do goleiro.

Aos 36 minutos, os donos da casa tivera mais uma chance de tirar o zero do placar. Brenner recebeu cruzamento de Raí Ramos, tentou fazer o gol de letra, mas a finalização saiu pela linha de fundo, perto da trave de Diogo Silva.

Já nos acréscimos do primeiro tempo, foi a vez do CRB assustar a torcida presente em Itu. Aos 46 minutos, Reginal apareceu livre na ponta direita da área e bateu forte. A bola, entretanto, parou na trave do gol de Jefferson Paulino.

Na volta do intervalo, o Ituano conseguiu abrir o marcador aos 16 minutos da etapa final. Após cruzamento rasteiro, Brenner não desperdiçou e chutou forte. A bola ainda desviou na defesa do CRB antes de morrer no fundo das redes.

Por fim, a partir daí, o CRB tomou conta das ações ofensivas do jogo. Aos 24 minutos, Paulinho Moccelin saiu cara a cara com o goleiro, mas parou em Jefferson Paulino. Dez minutos depois, o arqueiro do Ituano fez outra grande defesa, em chute forte de Gabriel Conceição.

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Athletico-PR vence Juventude e encosta no G4 no Campeonato Brasileiro


O Athletico-PR venceu o lanterna Juventude por 2 a 0, neste sábado (1º), na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, com gols de Vitinho e Fernandinho.

A vitória levou o clube paranaense ao quinto lugar, com 47 pontos.

O Juventude, por sua vez, continua no 20º lugar, com 19 pontos, e vê as esperanças de permanecer na Série A cada vez menores.

O Athletico-PR começou a partida dominante, pressionando a defesa do Juventude, e conseguiu o primeiro gol aos 20 minutos, quando Vitor Roque abriu espaço dentro da área e cruzou para Vitinho, que bateu para o gol.

O time paranaense seguiu pressionando, e quase ampliou o placar aos 34 minutos, com Terans, mas Pegorari garantiu a defesa. Os gaúchos tentaram alguns lances no final, mas não conseguiram passar da defesa athleticana.

O Athletico-PR voltou para a segunda etapa com a mesma postura ofensiva, e conseguiu o segundo gol aos 23 minutos, quando Terans encontrou Fernandinho, que chutou da entrada da área e anotou o tento.

Os donos da casa ainda arriscaram esticar a vantagem em jogadas com Christian, Vitinho e Cuello. O Juventude tentou a reação com chute de Chico, aos 43, mas Bento segurou a jogada, e partida terminou com a vitória dos mandantes.

O Athletico-PR agora se prepara para receber o Fortaleza, na quarta-feira (5), às 19h30 (de Brasília). Um dia antes, na terça-feira (4), o Juventude recebe o Corinthians, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), às 21h30 (de Brasília).

ATHLETICO-PR
Bento; Orejuela, Thiago Heleno, Nicolás Hernández e Pedrinho; Fernandinho, Erick e Terans; Canobbio (Cuello), Vitor Roque (Pablo) e Vitinho. Técnico: Luiz Felipe Scolari

JUVENTUDE
Pegorari; Rodrigo Soares (Paulo Henrique), Thalisson Kelven, Vitor Mendes e Capixaba; Elton (Jean), Jadson (Chico, Rafinha (Vitor Gabriel) e Gabriel Tota (Felipe Pires); Guilherme Parede e Pitta. Técnico: Umberto Louzer

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data e hora: 01/10/2022 - 19h (de Brasília)
Arbitro: Maguielson Lima Barbosa (DF)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa/BA) e Leila Naiara Moreira da Cruz (Fifa/DF)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Cartões amarelos: Vitor Roque, Canobbio e Pedro Henrique (ATH); Gabriel Tota, Elton, Pegorari, Vitor Mendes e Felipe Pires (JUV)
Gols: Vitinho (ATH), aos 19'/1ºT ; Fernandinho (ATH), aos 23'/2ºT

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Atlético-GO vence Avaí e segue na disputa para sair da zona de rebaixamento


O Atlético-GO venceu o Avaí por 2 a 1 na noite sábado (1º), na Ressacada, em Florianópolis (SC), pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, e encerrou um jejum de sete rodadas sem vitória. Wellington Rato e Baralhas anotaram para o time goiano, enquanto William Potker marcou para os catarinenses.



Com o triunfo, o Atlético-GO foi aos 25 pontos, mas permaneceu na zona de rebaixamento, em 19º lugar. O Avaí, com 28 pontos, continua em 18º.
A primeira etapa começou agitada, com ambos os times criando oportunidades antes dos três minutos. No entanto, o restante do primeiro tempo se manteve equilibrado, com poucos lances arriscados.

O primeiro gol da partida saiu aos 45 minutos, quando Luiz Fernando tocou para Wellington Rato no meio da área e o meia acertou o canto de Vladimir, abrindo a vantagem para os visitantes.

O Avaí voltou para o segundo tempo buscando a igualdade, com finalização de William Pottker, defendida por Renan, e gol do atacante anulado por impedimento, pouco depois. Os visitantes responderam aos dez minutos, quando Airton tocou para Baralhas, que empurrou para o gol e ampliou o placar goiano.

Aos 20 minutos, William Pottker driblou a marcação e marcou o primeiro para o Avaí, mantendo o time catarinense vivo na partida. No entanto, o Atlético-GO segurou a vantagem e garantiu o triunfo.

Agora, o time goiano volta a campo na quarta-feira (5), contra o Fluminense, no Castelo do Dragão, em Goiânia (GO). O Avaí, por sua vez, recebe o Botafogo um dia depois, na quinta-feira (6).

AVAÍ 1 X 2 ATLÉTICO-GO


AVAÍ

Vladimir; Kelvin, Bressan, Rafael Vaz e Thales (Diego Matos); Raniele (Jean Pyerre), Mateus Sarará e Muriqui (Paolo Guerrero); William Pottker, Bissoli (Lucas Silva) e Natanael (Marcinho). Técnico: Lisca


ATLÉTICO-GO

Renan; Dudu (Rhaldney), Wanderson, Lucas Gazal e Arthur Henrique; Willian Maranhão, Baralhas (Klaus) e Airton (Edson Fernando); Wellington Rato, Luiz Fernando (Léo Pereira) e Churín (Shaylon). Técnico: Eduardo Souza

Estádio: Ressacada, em Florianópolis (SC)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (Fifa/SP)
Assistentes: Fabrini Bevilaquia Costa (Fifa/SP) e Daniel Paulo Zioli (SP)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (VAR-Fifa/RN)
Cartões amarelos: Baralhas, Wellington Rato, Churín e Renan (ATL); Thales e Bressan (AVA)
Gols: Wellington Rato (ATL), aos 45'/1ºT; Baralhas (ATL), aos 10', e William Pottker, aos 20'/2ºT.

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Ceni não garante permanência no São Paulo após perda do título

Antes da final da Sul-Americana, Rogério Ceni afirmou em algumas oportunidades que o resultado na decisão determinaria sua continuidade ou não à frente da equipe tricolor. Após a derrota para o Del Valle neste sábado (1), porém, o técnico deixou a possibilidade ainda em aberto.





"Isso [permanência] vamos analisar nos próximos dias, jogar o próximo jogo do Brasileiro. Vamos analisar com calma", disse.

Para o treinador, a equipe precisa se concentrar no Nacional para salvar a próxima temporada. O objetivo do clube, agora, é conquistar ao menos uma vaga na pré-Libertadores. Atualmente, o clube está na segunda metade da tabela, com 37 pontos, fora inclusive da zona de classificação para a Sul-Americana do ano que vem.

"Hoje era um dia muito importante na história do clube, poderíamos ter mudado essa década", lamentou o comandante. "Lamentamos pelo torcedor que viajou, teve dificuldades, compareceu em um número muito legal. Isso é o que mais dói", afirmou o comandante tricolor.

Já o atacante Luciano reconheceu que o Del Valle fez por merecer a conquista do título e pediu desculpas aos torcedores.

"[Temos que] reconhecer que erramos, que não fizemos o correto e perdemos o campeonato. Eles foram melhores, fizeram os dois gols nas duas chances que tiveram. Agora, é seguir para ver o que podemos fazer no [Campeonato Brasileiro]", afirmou o atacante.

Na sequência, ele se dirigiu à torcida tricolor. "Estamos todos tristes, é lamentar. Mais uma vez, pedir desculpas ao torcedor, estou mais uma vez pedindo desculpas ao torcedor. A gente queria dar o título para eles, mas não deu."

Luciano lamentou especialmente, também, porque ele poderia ter terminado a competição como o grande nome do São Paulo na competição. Com cinco gols em 12 jogos, ele foi o artilheiro do time no torneio.

Justamente na decisão, porém, ele teve uma de suas piores atuações. Todo o ataque tricolor esteve mal. Ao todo, o time teve dez finalizações, sendo apenas quatro ao alvo.


☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Flamengo vence Bragantino com 'hat trick' de Pedro e encerra jejum



A cada jogo Pedro tem mostrado a Tite que sua convocação para a Copa do Mundo é algo inevitável. Em seu retorno ao Flamengo após deixar o dele nos amistosos da Seleção Brasileira nas datas Fifa, o atacante emplacou logo um "hat trick" na vitória do time rubro-negro por 4 a 1 sobre o Red Bull Bragantino, neste sábado (1º), no Maracanã (RJ), pelo Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Flamengo encerrou o jejum de vitórias na competição que já durava quatro jogos, foi aos 48 pontos e aliviou um pouco a pressão que já começava a se desenhar no ambiente do clube.

O técnico Dorival Júnior resolveu poupar dois jogadores experientes no jogo deste sábado: o zagueiro David Luiz e o lateral esquerdo Filipe Luís, que foram respectivamente substituídos por Pablo e Ayrton Lucas.

O zagueiro Léo Pereira, o lateral direito Matheuzinho e o volante João Gomes cumpriram suspensões. O volante Erick Pulgar foi vetado pelo departamento médico por conta de uma torção no tornozelo esquerdo. Já o atacante Bruno Henrique e o zagueiro Rodrigo Caio se recuperam de suas respectivas cirurgias.

O clube rubro-negro abriu o placar logo aos 11 minutos do primeiro tempo, com Gabigol, após grande assistência de Arrascaeta. Seis minutos antes, o mesmo camisa 9 havia desperdiçado um pênalti ao chutar na trave esquerda. Na ocasião, o zagueiro Lucas Cândido foi expulso e deixou o time paulista com um a menos.

Mesmo sofrendo grande pressão, o Red Bull Bragantino chegou ao empate em cobrança de pênalti de Helinho logo no início do segundo tempo, com uma infração de Vidal em Ramires com menos de um minuto.

Foi então que Pedro entrou em cena, escorando para o gol aos 20, fazendo mais um de peito, aos 24, e emplacando seu hat trick um minuto depois, com um chute após passe de Ayrton Lucas. Em seguida, foi substituído e ovacionado pela torcida.

Na próxima rodada o clube rubro-negro recebe o Internacional, na quarta-feira (5), no Maracanã (RJ), e o Red Bull Bragantino enfrenta o Cuiabá no Nabi Abi Chedid (SP), no mesmo dia.

Flamengo 4 x 1 RB Bragantino


FLAMENGO

Santos, Rodinei (Varela), Pablo, Fabrício Bruno e Ayrton Lucas; Vidal, Thiago Maia (Everton Cebolinha), Arrascaeta (Victor Hugo) e Everton Ribeiro (Matheus França); Gabigol e Pedro (Marinho). Técnico: Dorival Júnior.

RED BULL BRAGANTINO

Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Natan e Luan Cândido; Raul (Praxedes), Lucas Evangelista e Hyoran (Hurtado) (Eric Ramires); Artur, Helinho (Sorriso) e Carlos Eduardo (Jadsom Silva). Técnico: Maurício Barbieri.

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS-Fifa) e Michael Stanislau (RS)
VAR: Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Arrascaeta (FLA)
Cartões vermelhos: Luan Cândido (RED)
Gols: Gabigol (FLA), aos 11'/1ºT; Helinho (RED), aos 2', Pedro (FLA), aos 20', aos 24' e aos 25'/2ºT.

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Segunda Divisão do Mineiro: veja duelos das quartas de final


A Federação Mineira de Futebol (FMF) divulgou neste sábado (1) os duelos das quartas de final da Segunda Divisão do Campeonato Mineiro. As datas, horários e locais ainda serão informados.


Na quinta-feira (29/9), o Novo Esporte, de Ipatinga, havia eliminado o Santarritense. Já nessa sexta (30/9), foi a vez de o Coimbra B assegurar sua vaga ao passar pelo Mamoré de Patos de Minas.

América-TO, Villa Real, Novo Esporte e Coimbra B vão se juntar nas quartas aos quatro clubes que já tinham conseguido classificação automática pelo desempenho na primeira fase da Segundona. São eles: Itabirito, Araxá, North Esporte Clube (Montes Claros) e Valeriodoce (Itabira).

Duelos das quartas de final da Segundona


(1) Itabirito  x Villa Real (8)
(2) Araxá x Coimbra (7)
(3) North EC x Novo Esporte (6)
(4) Valeriodoce x América-TO (5)

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

São Paulo vice da Sul-Americana: veja memes da derrota para o Del Valle



Não deu para o São Paulo. Neste sábado (1), o Tricolor foi derrotado pelo Independiente del Valle por 2 a 0 em Córdoba, na Argentina, e ficou com o vice da Copa Sul-Americana. 

Com o resultado frustrante, o São Paulo passou a ser alvo de zoeiras nas redes sociais. Veja os memes que circulam na internet.





☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Independiente del Valle derrota São Paulo e é campeão da Sul-Americana



O goleiro Rogério Ceni tem lugar de -enorme- destaque na história do São Paulo. O treinador Rogério Ceni, ainda não. Dez anos depois de ter conquistado seu último título com a camisa 01 tricolor, o da Copa Sul-Americana de 2012, ele tentou repetir o triunfo à beira do gramado. Dali viu seus jogadores perderem por 2 a 0 para o equatoriano Independiente del Valle, gols marcados por Lautaro Díaz e Faravelli.





A derrota no estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba (Argentina), palco da final continental em jogo único, foi o segundo fracasso do time do Morumbi em uma disputa de troféu neste ano. Em abril, na decisão do Campeonato Paulista, a equipe abriu três gols de vantagem no duelo de ida e o venceu por 3 a 1, mas perdeu por 4 a 0 para o Palmeiras a partida de volta, na casa do rival.



Ceni, assim, continua sem taças no currículo como treinador do São Paulo. Campeão de quase tudo como atleta do clube por mais de duas décadas -foram dez troféus apenas em disputas internacionais-, ele iniciou sua nova carreira no próprio Morumbi, em 2017, porém só experimentou a glória como comandante à frente do Fortaleza e do Flamengo.

Ainda falta vencer na direção do time em que cresceu, naquele em que construiu toda a sua prolífica carreira de goleiro. Falta também reconstruir completamente os laços com aqueles que o idolatraram por décadas, uma relação estremecida especialmente em sua passagem pelo Rio de Janeiro.

Contratado pelo Flamengo no fim de 2020, o paranaense elogiou os torcedores rubro-negros, dizendo que eles estabelecem "uma atmosfera diferente". Parte dos tricolores se ressentiu ainda do fato de Rogério ter aceitado a oferta em um momento no qual a queda de Fernando Diniz parecia questão de tempo no Morumbi. Para esses torcedores, o velho herói se viu diante duas opções e escolheu a agremiação carioca -que tinha um elenco bem mais qualificado.



Por isso, em outubro do ano passado, quando a diretoria são-paulina anunciou o retorno do ex-goleiro, bastante gente torceu o nariz. Principal organizada do São Paulo, a Independente publicou manifesto fazendo uma distinção clara.

"Rogério Ceni como ex-jogador é um ídolo incontestável. Como técnico era a última opção!", dizia o texto da uniformizada, que apontava: "Ídolo é o torcedor". E carregava um tom de ameaça: "Se não vencer os gambá segunda...".

A equipe derrotou o arquirrival Corinthians naquela segunda-feira -1 a 0, gol de Calleri, importante também na campanha de 2022. O velho herói foi, pouco a pouco, minando a resistência. E esteve perto da paz no Campeonato Paulista, expectativa frustrada em uma goleada do Palmeiras na final.



A sequência da temporada teve bons e maus momentos, com o clube em claras dificuldades financeiras. O aproveitamento no Campeonato Brasileiro não é considerado satisfatório -44%, suficiente apenas para a 12ª colocação ao fim das primeiras 28 rodadas-, e a trajetória até a decisão da Sul-Americana foi acidentada.

Líder de um grupo frágil, à frente do chileno Everton, do peruano Ayacucho e do boliviano Jorge Wilstermann, o São Paulo teve facilidade também nas oitavas de final, marcando oito gols em dois jogos contra a chilena Universidad Católica. Daí em diante, foi necessário trilhar um caminho árduo diante de equipes menores do Brasil.

Nas quartas de final, após vitória por 1 a 0 no Morumbi, o time levou 2 a 1 do Ceará, em Fortaleza, e sobreviveu nos pênaltis. Também foi nos tiros da marca penal que se decidiu o confronto semifinal com o Atlético-GO, com triunfo dos donos da casa em Goiânia (3 a 1) e em São Paulo (2 a 0).

"É algo que não estava no nosso radar", disse nesta semana à Folha de S.Paulo o presidente tricolor, Julio Casares, referindo-se à possibilidade de brigar por um título em 2022. "Fazemos um trabalho de reconstrução. Queremos ter um time competitivo, mas não tínhamos uma visão de campeão, não tínhamos como fazer um supertime."

De acordo com o dirigente, a dívida da agremiação do Morumbi é atualmente de R$ 695 milhões e está "equilibrada". Ele afirmou ter reduzido o número em 5% desde que assumiu a presidência, em janeiro de 2021, e acredita em "um 2023 melhor".

Neste ano, foi como deu, e a equipe não encheu os olhos. A zona de rebaixamento esteve perto no Nacional por pontos corridos, a caminhada na Copa do Brasil se encerrou nas semifinais, em derrota para o Flamengo, e Ceni chegou a dizer que poderia sair em caso de derrota na decisão da Sul-Americana, abrindo mão da multa rescisória de seu contrato, que vai até o fim de 2023.

Casares assegurou que essa possibilidade não existe, mesmo com o fracasso em Córdoba. Segundo o dirigente, o planejamento da próxima temporada está sendo realizado em parceria com o técnico de 49 anos. Que ficou perto, mas ainda não pôde repetir sem luvas o que fez tantas vezes com elas: levantar uma taça pelo São Paulo.

Na disputa decisiva, o time encarou o Independiente del Valle, que levou a competição em 2019 e manteve um padrão de posse de bola mesmo após a saída do técnico espanhol Miguel Ángel Ramírez. A formação equatoriana hoje é dirigida pelo argentino Martín Anselmi e avançou à final derrubando seus adversários com autoridade.

Na Argentina, o time de Anselmi teve um começo de jogo muito superior ao do adversário. Manteve-se no ataque, trocou passes e abriu o placar aos 13 minutos, após corte malfeito de Diego Costa. Lautaro Díaz recebeu o passe de Favarelli, chutou de pé direito e superou o goleiro Felipe Alves.

O São Paulo tentou reagir e teve chance com Calleri, mas a melhor oportunidade até o intervalo foi do Del Valle, que parou na trave em chute de Sornoza. Houve pressão tricolor no segundo tempo. Calleri, de novo, viu-se perto do gol. Mas foram os equatorianos que conseguiram balançar a rede de novo.

Aos 22 minutos, o ex-corintiano Sornoza recebeu lançamento longo, nas costas de Diego Costa, em jornada infeliz. Achou passe inteligente para Lautaro Díaz, que foi também inteligente no toque para Faravelli, que tocou na saída de Felipe Alves. Ceni tentou alternativas, mas o triunfo do Del Valle não foi ameaçado.
Nervosos, Calleri e Diego Costa, em péssima jornada, ainda foram expulsos.

São Paulo 0 x 2 Independiente del Valle


SÃO PAULO

Felipe Alves; Igor Vinicius, Diego Costa, Léo e Reinaldo; Pablo Maia, Rodrigo Nestor (Galoppo), Alisson (Igor Gomes) e Patrick (Eder); Calleri e Luciano. Técnico: Rogério Ceni

INDEPENDIENTE DEL VALLE

Ramirez; Segovia, Schunke e Carabajal; Fernandez, Pellerano, Faravelli (Ortiz), Angulo (Gaobor), Sornoza (Ayoví) e Chavez (Caicedo); Lautaro Díaz (Ortiz). Técnico: Martín Anselmi

Estádio: Mario Kempes, em Córdoba (ARG)
Árbitro: Wilmar Roldan (COL)
Assistentes: Alexander Guzmán (COL) e Wilmar Navarro (COL)
VAR: Julio Bascuñan (CHI)
Cartões Amarelos: Reinaldo, Diego Costa e Calleri (SP); Carabajal, Schunke, Pellerano (IND)
Cartão Vermelho: Calleri e Diego Costa (SP)
Gols: Lautaro (IND), aos 13'1ºT; Faravelli (IND), aos 23'/2ºT.

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Cuca cita alívio por vitória do Atlético após má fase: 'Melhor remédio'


O técnico Cuca respirou aliviado com a vitória do Atlético por 2 a 0 sobre o Fluminense, neste sábado (1º), pela 29ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O time mineiro voltou a vencer no Mineirão, em Belo Horizonte, após seis partidas e aliviou a pressão na competição nacional. 
 
 
 
O treinador alvinegro estava até com semblante mais leve na entrevista coletiva. Ao analisar o desempenho do Galo no triunfo diante do Tricolor das Laranjeiras, Cuca lembrou da má fase emocional que abalou o grupo de jogadores nas últimas partidas. 
 
"É o melhor remédio que tem (a vitória). Por mais otimista que seja, quando vem uma sequência de maus resultados, você vai se abatendo, a alegria até em casa não é a mesma. Durante a noite, quando você acorda, não tem mais o mesmo sono. O jogador também sente isso", revelou. 
 
 
O Atlético não vencia uma partida como mandante na Primeira Divisão há mais de três meses. A última vitória no Gigante da Pampulha aconteceu no dia 25 de junho. Ainda com "El Turco" Mohamed no comando técnico, o Galo buscou uma virada emocionante sobre o Fortaleza, por 3 a 2, com gols nos minutos finais.
 
De lá para cá, foram vários tropeços em sequência (dois empates e quatro derrotas). Neste recorte, Turco foi demitido e Cuca acertou seu retorno. 
 
 
 

Cansaço mental atrapalha 

 
Cuca também falou sobre o cansaço mental que surge com a falta de resultados positivos. Com os tropeços, o Atlético viu as críticas dos torcedores aumentarem e a pressão crescer a cada rodada.  
 
 
"Vem um cansaço mental, você está bem fisicamente, mas está pesado. A vitória sempre vem em boa hora, mas ela já tinha até passado da hora, para falar a verdade, porque a gente não pode ficar tanto tempo, com a força que a gente tem em casa, sem vencer em casa como a gente estava", disse.
 
Com o resultado positivo diante do Fluminense, o Galo chegou aos 43 pontos e se manteve na 7ª colocação da competição nacional. A vitória reaproximou a equipe da briga por uma vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores de 2023. 
 
O Atlético voltará a campo na próxima quarta-feira (5/10), às 21h30, para enfrentar o Santos. A partida pela 30ª rodada será realizada na Vila Belmiro, em São Paulo.

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Segunda Divisão do Mineiro: América-TO e Villa Real vão às quartas



O América de Teófilo Otoni e o Villa Real de Juiz de Fora confirmaram classificação às quartas de final da Segunda Divisão do Campeonato Mineiro.

Neste sábado à tarde, o América-TO goleou o Atlético de Três Corações por 4 a 0 no Estádio Nassri Mattar, em Teófilo Otoni, e sacramentou sua vaga na próxima fase. No duelo de idas das oitavas de final, o clube do Vale do Mucuri já havia vencido por 1 a 0 no Sul de Minas.

Os gols da vitória do América-TO foram de Everton Kanela (2), Matheus Gonzaga e Jhow.

Por sua vez, o Villa Real avançou às quartas com um empate por 0 a 0 diante do Nacional de Uberaba, neste sábado(1), no Estádio Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora. 

Na partida de ida das oitavas de final, o time juiz-forano havia vencido o clube do Triângulo Mineiro por 2 a 0.

Novo Esporte, de Ipatinga, e Coimbra B, de Contagem, também conseguiram a classificação sobre Santarritense e Mamoré, respectivamente.

América-TO, Villa Real, Novo Esporte e Coimbra B vão se juntar nas quartas aos quatro clubes que já tinham conseguido classificação automática pelo desempenho na primeira fase da Segundona. São eles: Itabirito, Araxá, North Esporte Clube (Montes Claros) e Valeriodoce (Itabira).

Duelos das quartas de final da Segunda Divisão do Mineiro:


(1) Itabirito  x Villa Real (8)
(2) Araxá x Coimbra (7)
(3) North EC x Novo Esporte (6)
(4) Valeriodoce x América-TO (5)

A tabela completa das quartas de final ainda será divulgada pela Federação Mineira de Futebol.

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Atlético recuperou a confiança? Otávio responde após vitória sobre o Flu


Para o volante Otávio, mesmo com a vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, ainda é cedo para falar se o Atlético recuperou sua confiança. Neste sábado (1/10), o Galo derrotou os tricolores no Mineirão, em jogo pela 29ª rodada da Série A. Antes dessa partida, o time não vencia em casa há sete jogos.
 
 
 
"Muito cedo para gente falar (que a confiança voltou).  Nós vínhamos aí de uma sequência de vários jogos sem vitória, falar agora que a confiança voltou de vez eu estaria exagerando. Mas, sem dúvidas, foi uma vitória importante e que nos dá confiança.
 
Com a vitória diante do Tricolor, o Atlético se manteve na sétima posição e alcançou a marca de 43 pontos no Brasileirão - um a menos que o sexto colocado Athletico Paranaense, primeiro time dentro do G6.

O próximo compromisso do Galo será contra o Santos, na próxima quarta-feira (5/10), às 21h30. Os rivais alvinegros se enfrentarão na Vila Belmiro, em Santos. 

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Guga mostra alívio após triunfo do Galo: 'Estávamos devendo para torcida'


O lateral-direito Guga se mostrou aliviado após o triunfo do Atlético sobre o Fluminense, por 2 a 0, neste sábado (1/10), no Mineirão, pela Série A. Para o jogador, esse resultado positivo em casa era uma dívida que o time tinha.
 
 

"Hoje, graças a Deus, conseguimos aproveitar melhor as oportunidades. Precisávamos ganhar de qualquer maneira. Hoje não importava a maneira com que jogássemos, nós tínhamos que sair com os três pontos. Estávamos devendo isso para a torcida, a diretoria e para nós mesmos", disse Guga. 

Com a vitória diante do Tricolor, o Atlético se manteve na sétima posição e alcançou a marca de 43 pontos no Brasileirão - um a menos que o sexto colocado Athletico Paranaense, primeiro time dentro do G6.

O próximo compromisso do Galo será contra o Santos, na próxima quarta-feira (5/10), às 21h30. Os rivais alvinegros se enfrentarão na Vila Belmiro, em Santos.

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Atlético: Hulk diz que vitória em casa será 'início de caminhada positiva'

Hulk foi o grande destaque da vitória do Atlético por 2 a 0 sobre o Fluminense, no Mineirão, em Belo Horizonte, neste sábado (1º), pela 29ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O atacante ficou satisfeito com o resultado que findou um jejum de seis jogos sem triunfo do Galo em casa na competição nacional. 
 
 
O Atlético não vencia uma partida como mandante na Primeira Divisão há mais de três meses. A última vitória no Gigante da Pampulha aconteceu no dia 25 de junho. Ainda com "El Turco" Mohamed no comando técnico, o Galo buscou uma virada emocionante sobre o Fortaleza, por 3 a 2, com gols nos minutos finais.
 
De lá para cá, foram vários tropeços em sequência (dois empates e quatro derrotas). Neste recorte, Turco foi demitido e Cuca acertou seu retorno. 
 
Em entrevista concedida ao canal Premiere na saída de campo, Hulk comemorou o fim do jejum e disse que espera que a vitória sirva de motivação para a reta final do Brasileirão. Ele também destacou a união do grupo durante o momento difícil na temporada. 
 
 
"Esperamos que seja o início de uma caminhada positiva restando agora 10 jogos (para o fim da Série A). A gente sabe o quanto é difícil e doloroso, a gente trabalha para caramba e o resultado não vem. Ano passado, fomos muito fortes em casa, este ano, já fazia mais de três meses que não ganhávamos em casa", iniciou. 
 
"É como eu falei, em dias de chuva a gente tem que se apegar mais a Deus, ser perseverante, levantar a cabeça e enxergar as coisas boas, que não são só coisas ruins que tem. Agradecer a Deus, aos nossos familiares, que nos deram muita força nesses dias difíceis, ao nosso grupo de jogadores e a comissão. A cada dia que passa a gente é mais unido e ajuda um ao outro", finalizou.
 
 
 

Cobranças

 
Por fim, Hulk falou das cobranças por parte dos torcedores pela falta de resultados positivos durante os meses de 'seca'.

 
"Se você joga bem todo mundo vai te aplaudir, vai levantar a equipe, que é normal. Se num dos jogos você joga mal e não ganha a cobrança vai vir em cima. A gente sabe que a cobrança existe, mas o respeito acima de tudo. No último jogo, eu cheguei em casa e passei mal, estava muito cansado psicologicamente, não consegui dormir direito. A cobrança é normal, você quer dar o seu melhor, mas muitas vezes não consegue", disse. 
 
 
Com o resultado positivo diante do Fluminense, o Galo chegou aos 43 pontos e se manteve na 7ª colocação da competição nacional. A vitória reaproximou a equipe da briga por uma vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores de 2023. 
 
O Atlético voltará a campo na próxima quarta-feira (5/10), às 21h30, para enfrentar o Santos. A partida pela 30ª rodada será realizada na Vila Belmiro, em São Paulo.

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Inter vence Santos e assume vice-liderança do Brasileiro


O Inter recebeu o Santos pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste sábado (1º), no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, e venceu pelo placar de 1 a 0 . O único gol da partida foi marcado por Carlos de Pena, aos 23 minutos do primeiro tempo.



O triunfo faz com que o time gaúcho chegue aos 53 pontos e alcance a segunda colocação do torneio, ultrapassando o Fluminense, que no mesmo horário tropeçou diante do Atlético.

Na próxima rodada, dia 05 de outubro, o Inter encara o Flamengo, fora de casa, pelo Brasileiro. Já o Santos joga no mesmo dia, em casa, contra o Atlético.

O primeiro tempo do Internacional foi muito bom. Intenso no ataque, o time criou chances reais de gol, abrindo o placar e desperdiçando oportunidades que poderiam ter aumentado a vantagem. O sistema defensivo foi correto e não deu espaço para os pontas do Santos jogar.

O time comandado por Orlando Ribeiro fez um primeiro tempo ruim, com falhas no sistema defensivo e pouca intensidade no ataque. A equipe melhorou na segunda etapa, mas nada que mudasse o ritmo e o desfecho do confronto.
A partida começou com o Internacional tomando a iniciativa, já que atuava em casa e precisava da vitória para manter as esperanças do título brasileiro.

O gol saiu aos 23 minutos. Bustos trocou passes com Mauricio e, na sequência, cruzou na área. De Pena conseguiu sair da marcação, apareceu sozinho e chutou cruzado, o suficiente para abrir o placar.

Já aos 43 minutos, os donos da casa perderam chance clara de ampliar o marcador. Bustos recebeu a bola na entrada da área e, totalmente livre, errou o chute e mandou por cima do gol defendido pelo goleiro João Paulo.

A segunda etapa teve um Santos mais concentrado e povoando mais o campo de defesa do adversário. No entanto, a dificuldade de criar chances reais de jogo continuava e o goleiro Keiller pouco trabalhou.

Internacional 1 x 0 Santos


INTERNACIONAL

Keiller; Fabricio Bustos, Vitão, Rodrigo Moledo e Renê; Gabriel, Johnny (Liziero), Carlos de Pena (Edenilson) e Mauricio (Alan Patrick); Pedro Henrique (Gustavo Maia) e Alemão (Braian Romero)


SANTOS

João Paulo; Nathan (Auro), Luiz Felipe, Eduardo Bauerman e Lucas Pires; Camacho (Sandry), Carlos Sánchez (Ed Carlos), Luan (Lucas Barbosa) e Ângelo (Lucas Braga); Marcos Leonardo e Soteldo

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Assistentes: Eder Alexandre (SC) e Gizeli Casaril (SC)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Cartões amarelos: Johnny (Inter); Camacho, Carlos Sánchez, Luiz Felipe e Sandry (Santos)
Gol: De Pena (INT), aos 23 minutos do primeiro tempo

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Ceará 1 x 2 América: veja os gols e os melhores momentos pela Série A


O América venceu o Ceará por 2 a 1 neste sábado (1/10), na Arena Castelão, em Fortaleza, no Ceará, pela 29ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Juninho e Felipe Azevedo marcaram para o Coelho. Vina descontou para o Vozão.

Com o triunfo, a equipe americana manteve a oitava posição no Brasileiro, agora com 42 pontos, e sonha com uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores. 


☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Atlético 2 x 0 Fluminense: veja os gols de Hulk e o compacto do jogo


O Atlético derrotou o Fluminense por 2 a 0, neste sábado (1), no Mineirão, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante Hulk marcou os gols do Galo, um deles em cobrança de pênalti. Veja os melhores lances no vídeo acima!

Com a vitória, o Galo chegou aos 43 pontos e manteve a sétima posição na Série A.

O próximo compromisso do time será na quarta-feira (5), às 21h30, contra o Santos, na Vila Belmiro, em Santos. 

O Peixe é o 10º colocado, com 37 pontos, e vem de derrota por 1 a 0 para o Internacional, em Porto Alegre.



☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Com Juninho decisivo, América vence Ceará e segue em busca de G6 na Série A


Com gols de Juninho e Felipe Azevedo, o América venceu o Ceará por 2 a 1 neste sábado (1/10), na Arena Castelão, em Fortaleza, no Ceará, pela 29ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Vina descontou para o Vozão no fim do jogo.
 
 
 
O resultado foi extremamente importante para o Coelho, que vinha de derrota para o Cuiabá, na última quarta. A equipe americana está em oitavo no Brasileirão, com 42 pontos pontos - dois a menos que o sexto colocado Athletico Paranaense, primeiro time dentro do G6.

O América volta a campo na próxima quinta-feira (6/10), contra o São Paulo, pela 30ª partida do Brasileirão. A partida será disputada no Independência, em Belo Horizonte. Um dia antes, o Ceará enfrentará o Goiás, às 19h, no Castelão.

Juninho marca, e América abre o placar ainda na primeira etapa


Logo no início do jogo, quem levou perigo ao gol do América foi o lateral Nino Paraíba. Pelo lado direito, o atleta teve bastante espaço para chegar à linha de fundo e participou de algumas jogadas ofensivas do Ceará com cruzamentos e finalizações.

Após duas boas jogadas com Danilo Avelar, que explorou bem a fragilidade do lado esquerdo do Vozão, o Coelho abriu o placar em uma bela jogada coletiva. Aos 24', Patric cruzou do meio-campo para Aloísio, que tentou finalizar de bicicleta. Apesar de não ter acertado o gol, a bola encontrou o volante Juninho, que escorou para as redes: 1 a 0.

No final da etapa inicial, a árbitra Edina Alves Batista não poupou nenhum dos lados e fez uso de três cartões amarelos. Para o time americano, foram dois: o primeiro para Everaldo, advertido por retardar cobrança de falta, e o segundo para Aloísio, por chegada dura em Erick. Já Fernando Sobral, do Ceará, foi amarelado por falta em Mastriani. 

O primeiro tempo terminou com saldo positivo para o América, que, além de ter saído na frente no placar, conseguiu controlar o adversário e teve as melhores oportunidades da partida, principalmente após os 20 minutos.

Cavichioli do inferno ao céu no segundo tempo


A segunda etapa começou de forma intensa para Matheus Cavichioli, que foi do inferno ao céu em pouco tempo. No primeiro minuto, o goleiro por pouco não 'levou um frango'. Em chute de Mendoza, o camisa 1 quase colocou a bola dentro do próprio gol.

Aos 13', Cavichioli cometeu falta em Nino Paraíba dentro da área. Após longa revisão no VAR, a juíza marcou pênalti para o Ceará e o amarelou. Na cobrança, Jô tentou usar de uma longa paradinha para marcar, mas parou nas mãos do goleiro americano. 

Essa etapa também ficou marcada por diversos cartões por reclamação. O técnico Vagner Mancini, do Coelho, e os jogadores Richard e Mendoza, do Vozão, levaram amarelo por cobranças à equipe de arbitragem. 

Felipe Azevedo, que entrou aos 21', marcou o segundo América logo no minuto seguinte. O atacante recebeu passe do capitão Juninho e finalizou rasteiro. A bola ainda quicou, atrapalhando o goleiro João Ricardo, do Ceará.

Aos 48' Vina descontou para o Vozão com um golaço da entrada da área. Após bate-rebate, a bola sobrou para o meia, que esperou que ela quicasse e chutou na gaveta para fazer o primeiro e único tento dos cearenses neste sábado.

CEARÁ 1 X 2 AMÉRICA

 
Ceará
João Ricardo; Nino Paraíba, Fernando Sobral (Vina, no intervalo), Mendoza e Erick; Luiz Otavio, Gabriel Lacerda e Zé Roberto (Jô, no intervalo); Richard C., Victor Luis e Guilherme Castilho
Técnico: Lucho González
 
América
Cavichioli; Patric, Conti, Ricardo Silva e Danilo Avelar; Lucas Kal, Juninho e Alê; Everaldo, Aloísio e Mastriani.
Técnico: Vagner Mancini
 
Gols: Juninho, aos 24' do 1ºT e Felipe Azevedo, aos 21' do 2ºT (América); Vina, aos 48' do 2ºT (Ceará)
Cartões amarelos: Mancini, Ramírez, Cavichioli, Everaldo e Aloísio (AME); Richard, Mendoza e Fernando Sobral (CEA)

Motivo: 29ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Arena Castelão, em Fortaleza, no Ceará
Data e horário: sábado, 1º de outubro, às 15h
 
Árbitra: Edina Alves Batista (FIFA/SP)
Assistentes: Neuza Ines Back (FIFA/SP) e Evandro de Melo Lima (SP)
VAR: Matheus Delgado Candançan (SP)

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Hulk decide, Atlético vence o Fluminense e reage no Campeonato Brasileiro


Para o Atlético, só interessava converter as boas chances desperdiçadas nos jogos anteriores em uma vitória - e assim aconteceu. Na tarde deste sábado (1º/10), o Galo venceu o Fluminense por 2 a 0, no Mineirão, em Belo Horizonte, pela 29ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, e manteve a perseguição ao G6. 
 
 
Em tarde inspirada de Hulk, que marcou os dois gols atleticanos, o Alvinegro conseguiu quebrar o jejum de três meses sem triunfo dentro de casa no Brasileirão - foram seis jogos (dois empates e quatro derrotas) durante esse período. 
 
Com o resultado, o Galo chegou aos 43 pontos e se manteve na 7ª colocação da competição nacional. A vitória reaproximou a equipe da briga por uma vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores de 2023. 
 
O Atlético voltará a campo na próxima quarta-feira (5/10), às 21h30, para enfrentar o Santos. A partida pela 30ª rodada será realizada na Vila Belmiro, em São Paulo. Mais cedo, às 19h, o Fluminense visitará o Atlético-GO no estádio Antônio Accioly, em Goiânia. 
 

 

Primeiro tempo

 
Os minutos iniciais da partida entre Atlético e Fluminense foram bastante estudados no Gigante da Pampulha. Os times trocaram muitos passes no meio-campo até encontrarem espaços para se infiltrar na defesa adversária. 
 
A primeira grande chance só foi criada aos 15', com Hulk. O atacante do Galo teve boa oportunidade para abrir o placar em cobrança de falta frontal próximo à meta carioca, mas bateu por cima do gol. 
 
Aos 22', o Fluminense respondeu à altura. Paulo Henrique Ganso achou Martinelli, que fez boa jogada individual na área, limpou a marcação e chutou rasteiro no canto direito. Everson fez boa defesa e manteve o placar zerado. 
 
Depois desse lance, o Galo teve duas grandes chances de marcar. Após cobrança de escanteio, Jemerson cabeceou para baixo, e Fábio agarrou firme. Na sequência, Hulk aproveitou a bobeada de André, ganhou à frente e bateu firme em direção ao gol, mas o arqueiro do Fluminense trabalhou novamente. 
 
O Tricolor das Laranjeiras teve o domínio da posse de bola e cresceu no jogo. Cano até chegou a abrir o placar no Mineirão, aos 37 minutos, mas o lance foi revisado pelo VAR e um impedimento foi marcado.
 
Num contra-ataque rápido pela esquerda, Zaracho lançou Hulk nas costas da marcação carioca. O atacante avançou até a entrada da área e chutou no canto esquerdo de Fábio: 1 a 0.
 
 
 

Segundo tempo

 
O Galo voltou para o segundo tempo em ritmo acelerado. Aos 5', o time mineiro teve boa chance para ampliar o placar, mas Hulk desperdiçou. O atacante foi lançado na esquerda, avançou em velocidade e chutou firme, mas parou em Fábio. Pavón era opção de passe na marca do pênalti. 
 
Aos 16', os jogadores do Atlético pediram pênalti em bola na mão de Manoel, mas a infração não foi marcada. Assim que a bola saiu, o VAR recomendou a revisão do lance. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira marcou a penalidade e aplicou o segundo cartão amarelo em Manoel, que foi expulso. 
 
Hulk assumiu a responsabilidade da cobrança. O atacante alvinegro deslocou Fábio e ampliou para o Galo: 2 a 0
 
 
Depois da expulsão de Manoel, o Atlético tomou conta do jogo. A posse de bola foi adminstrada pela equipe alvinegra. O Fluminense não conseguiu levar perigo à meta de Everson.  
 

ATLÉTICO 2 x 0 FLUMINENSE

 

Atlético

 
Everson; Mariano (Guga), Jemerson, Júnior Alonso e Rubens (Dodô); Allan (Jair), Otávio e Zaracho (Nacho Fernández); Keno, Pavón (Ademir) e Hulk. Técnico: Cuca. 
 

Fluminense

 
Fábio; Samuel Xavier, Manoel, Felipe Melo e Caio Paulista; André, Martinelli e Ganso (Michel Araújo); Matheus Martins (Marrony), Arias (Calegari) e Germán Cano (Willian). Técnico: Fernando Diniz. 
 
Gols: Hulk, aos 40 min do 1ºT e aos 19 min do 2ºT (Atlético);
Cartões amarelos: Keno e Allan (Atlético); Felipe Melo, Manoel e Samuel Xavier (Fluminense)
Cartão vermelho: Manoel (Fluminense)
 
Motivo: 29ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
Data e horário: sábado, 1º de outubro de 2022, às 15h
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
 
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP) e Daniel Luis Marques (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (Fifa/SP)
 
Público: 20.858
Renda: R$ 649.265,53 

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Atlético terá baixa no ataque contra o Santos; lateral é dúvida


O Atlético não contará com o atacante Keno na partida contra o Santos, na quarta-feira (5), às 21h30, na Vila Belmiro, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. O velocista levou o terceiro cartão amarelo na vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, no Mineirão, neste sábado (1), e cumprirá suspensão.



Ademir, Sasha e Vargas são opções para a vaga do atacante titular.

Mariano


Por sua vez, o lateral-direito Mariano passa a ser dúvida para o duelo diante do Peixe. Ele sentiu um incômodo na coxa direita logo aos sete minutos da etapa final, contra o Fluminense, e foi substituído por Guga.

Mariano passará por reavaliação clínica para saber a gravidade da contusão e se reunirá condições de viajar para a Baixada Santista. Caso não jogue, Guga voltará à condição de titular diante do Peixe na Vila Belmiro.

Rubens


Quem também deixou o campo mais cedo contra o Fluminense, no Mineirão, foi o meio-campista Rubens, que atuou improvisado na lateral esquerda. No intervalo, ele foi substituído por Dodô. 

O Atlético ainda não informou o motivo da substituição de Rubens.

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Atlético 2 x 0 Fluminense: fotos do jogo e da torcida no Mineirão



O Atlético derrotou o Fluminense por 2 a 0, neste sábado (1), no Mineirão, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante Hulk marcou os gols do Galo, um deles em cobrança de pênalti.

Veja, a seguir, as melhores fotos da partida e da torcida











☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Cruzeiro sobre farra dos jogadores: 'Não têm medo de ir pro inferno, não?'


Em meio à farra dos jogadores do Cruzeiro pelo título da Série B, confirmado nesta sexta-feira (30), a conta oficial do clube no Twitter não perdeu a chance de usar a frase que virou meme no Brasil.



"Todo mundo querendo farra e mais festa... Os senhores não tem medo de ir pro inferno, não?", postou o Cruzeiro na rede social.





A frase original é da candidata à presidência da República Soraya Thronicke (União Brasil) e foi dirigida ao adversário, Padre Kelmon (PTB), durante o debate de quinta-feira, na TV Globo.

"O senhor não tem medo de ir para o inferno, não?", questionou Soraya Thronick) a Padre Kelmon (PTB) após acusar o candidato de "cabo eleitoral" de Bolsonaro e criticar a gestão da pandemia do presidente. Em resposta, Kelmon falou que ela "deveria respeitá-lo".



☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Oliveira festeja título do Cruzeiro e é multado por barulho: 'Ajude no pix'


Providencial na campanha do Cruzeiro rumo à conquista da Série B, o zagueiro Oliveira foi chamado à atenção devido ao alto barulho enquanto comemorava o título da segunda divisão, na noite dessa sexta-feira (30). Enquanto fazia live no Instagram, o defensor foi avisado que chegaria uma multa devido à gritaria e brincou que seus seguidores poderiam contribuir com um valor no 'pix'.
 
 

Junto de outros companheiros de elenco, Oliveira celebrou a conquista da taça no espaço 'playground' de um prédio. Após a confirmação do título, o defensor, ao lado do atacante Luvannor, pulou na piscina. A 'brincadeira' só acabou quando 'a polícia', como caracterizou o atleta, chegou ao local.

"Cada um faz um pix de R$ 1,00 para ajudar na multa aqui. Quanto é a multa? Nós estamos comemorando. Vou explanar quem está dedurando. Geral, dá moral aí. Falem assim: 'Pô, faz isso com ele não. Comemorando, campeão'. O cara está me dedurando aqui, rapaziada. Ele vai falar que não viu não. Um real de cada, não teve como desenrolar, infelizmente. Vou deixar o pix nos stories. Quem puder ajudar com R$ 1,00; R$ 0,50", brincou o zagueiro.

Além de pular na piscina com Luvannor e caçoar do volante William Oliveira, que também estava no local, Oliveira entrou em live com o atacante Edu. Em tom de brincadeira, o centroavante celeste pediu mais um dia de folga para o técnico Paulo Pezzolano, já que a taça da Série B já está assegurada com o Cruzeiro.
 
 

O título

 
Mesmo sem entrar em campo, o time celeste teve a confirmação matemática da conquista graças às derrotas do Grêmio, vice-líder, e do Bahia, terceiro colocado.
 
Com 71 pontos, o Cruzeiro não pode mais ser alcançado na classificação. Dias depois de confirmar o acesso à Série A em 2023, o time de Paulo Pezzolano festeja agora o título com 21 vitórias, oito empates e apenas três derrotas. O aproveitamento geral após 32 rodadas é de 74%.

Com o revés para o Sampaio Corrêa por 2 a 1, no Maranhão, o Grêmio estacionou nos 53 pontos. Ainda que possa chegar aos 71, o Tricolor Gaúcho não tem condição de igualar a Raposa no número de vitórias (21 a 14) nas seis rodadas finais.

O Bahia, por sua vez, perdeu de virada para a Chapecoense, por 3 a 1, na Arena Condá, em Chapecó, e ficou com 52 pontos. Os gols de Thomás e Willian Popp para o time catarinense asseguraram a conquista do Cruzeiro na Segundona.
 
 
 

Jogo da taça

 
Com o título confirmado matematicamente, o Cruzeiro poderá fazer a festa com sua torcida na próxima quarta-feira, a partir das 21h30, diante do Ituano, no Mineirão. Mais de 60 mil pessoas são esperadas no Gigante da Pampulha para a festa do campeão.

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Mineirão recebe iluminação azul após Cruzeiro garantir título da Série B

O Mineirão homenageou o Cruzeiro e iluminou o estádio de azul nesta sexta-feira (30), depois de o clube confirmar o título antecipado da Série B do Campeonato Brasileiro.

"Cruzeiro campeão. E o Mineirão tá como???", escreveu no Twitter o perfil do estádio, que também publicou uma foto da iluminação especial.


Mesmo sem entrar em campo, o time celeste teve a confirmação matemática da conquista graças às derrotas do Grêmio, vice-líder, e do Bahia, terceiro colocado.

Com 71 pontos, o Cruzeiro não pode mais ser alcançado na classificação. Dias depois de confirmar o acesso à Série A em 2023, o time de Paulo Pezzolano festeja agora o título com 21 vitórias, oito empates e apenas três derrotas. O aproveitamento geral após 32 rodadas é de 74%.

Com o revés para o Sampaio Corrêa por 2 a 1, no Maranhão, o Grêmio estacionou nos 53 pontos. Ainda que possa chegar aos 71, o Tricolor Gaúcho não tem condição de igualar a Raposa no número de vitórias (21 a 14) nas seis rodadas finais.

O Bahia, por sua vez, perdeu de virada para a Chapecoense, por 3 a 1, na Arena Condá, em Chapecó, e ficou com 52 pontos. Os gols de Thomás e Willian Popp para o time catarinense asseguraram a conquista do Cruzeiro na Segundona.

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Após 'ajudar' na conquista, Chape parabeniza Cruzeiro por título da Série B


O Cruzeiro se tornou campeão da Série B nesta noite de sexta-feira (30/9) sem entrar em campo devido às derrotas dos seus concorrentes. O Grêmio foi derrotado pelo Sampaio Corrêa por 2 a 1, e o Bahia perdeu para a Chapecoense por 3 a 1. Além de 'ajudar' na conquista ao vencer o time baiano, a Chape fez questão de parabenizar a Raposa nas redes sociais.
 

Logo após o apito final, a Chapecoense, ainda festejando o seu triunfo em casa pela 32ª rodada da Série B, publicou no seu Twitter parabenizando a equipe mineira pelo título. O clube catarinense ainda relembrou que venceu o torneio há duas temporadas.

"Até Minas Gerais comemorou! Com a vitória do Verdão diante do Bahia, o Cruzeiro consagra-se campeão da Série B 2022! A campeã de 2020 saúda os campeões de 2022! Parabéns, Cruzeiro!", disse a Chapecoense por meio de uma postagem.
Com os resultados desta sexta-feira (30/9), o Cruzeiro não será alcançado. A equipe mineira conquistou 71 pontos e tem 21 vitórias, enquanto o Grêmio tem 53 tentos e 14 triunfos, ou seja, mesmo seis vitórias nos seis jogos restantes não tiram a liderança cruzeirense. Já o Bahia tem apenas 52, quase 20 pontos atrás da Raposa. 
 

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

'É campeão': atletas do Cruzeiro celebram título da Série B nas redes

Mesmo sem entrar em campo, o Cruzeiro garantiu, nesta sexta-feira (30), o título antecipado da Série B do Campeonato Brasileiro. Reunidos em pequenos grupos, os jogadores celestes usaram as redes sociais para transmitirem, em lives, as comemorações.
Na casa do atacante Luvannor, o zagueiro Oliveira, o volante Willian Oliveira e o atacante Rodolfo estouraram uma champagne aos gritos de 'É, campeão'. O camisa 90 ainda colocou, no mais alto volume, a música "We Are the Champion", da banda britânica Queen.

De casa, o atacante Jajá também participou da transmissão com os companheiros para comemorar o título. O lateral-esquerdo Matheus Bidu, que estava com a esposa em casa, abriu outra live em que celebrou muito o troféu da Série B.

Lincoln e Edu, que estavam juntos, pularam na piscina da casa do ex-jogador do Flamengo e pediram folga ao técnico Paulo Pezzolano neste sábado (1º de outubro). Em outra live, a dupla comemorou muito o título antecipado da Segunda Divisão. Em dado momento da transmissão, Edu permitiu a participação de torcedores no vídeo. 

Ao lado da família, o goleiro Rafael Cabral publicou um vídeo em que canta o hino do Cruzeiro e celebra a conquista antecipada. Já o lateral-direito Rômulo publicou uma foto, ao lado de camisas do Cruzeiro, em que simula um troféu sendo erguido. 

O título


Mesmo sem entrar em campo, o time celeste teve a confirmação matemática da conquista graças às derrotas do Grêmio, vice-líder, e do Bahia, terceiro colocado.

Com 71 pontos, o Cruzeiro não pode mais ser alcançado na classificação. Dias depois de confirmar o acesso à Série A em 2023, o time de Paulo Pezzolano festeja agora o título com 21 vitórias, oito empates e apenas três derrotas. O aproveitamento geral após 32 rodadas é de 74%.

Com o revés para o Sampaio Corrêa por 2 a 1, no Maranhão, o Grêmio estacionou nos 53 pontos. Ainda que possa chegar aos 71, o Tricolor Gaúcho não tem condição de igualar a Raposa no número de vitórias (21 a 14) nas seis rodadas finais.

O Bahia, por sua vez, perdeu de virada para a Chapecoense, por 3 a 1, na Arena Condá, em Chapecó, e ficou com 52 pontos. Os gols de Thomás e Willian Popp para o time catarinense asseguraram a conquista do Cruzeiro na Segundona.

Jogo da taça


Com o título confirmado matematicamente, o Cruzeiro poderá fazer a festa com sua torcida na próxima quarta-feira, a partir das 21h30, diante do Ituano, no Mineirão. Mais de 60 mil pessoas são esperadas no Gigante da Pampulha para a festa do campeão.

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Pezzolano parabeniza Cruzeiro pelo título antecipado da Série B de 2022


O técnico Paulo Pezzolano parabenizou o Cruzeiro pelo título antecipado da Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira (30), a equipe celeste contou com derrotas de Grêmio (vice-líder) e Bahia (terceiro colocado) para assegurar a taça a seis rodadas do fim da Segunda Divisão.
 
 
Logo após a vitória da Chapecoense por 3 a 1 sobre o Bahia, o treinador uruguaio publicou uma mensagem, em espanhol, nas redes sociais comemorando a conquista do torneio mesmo sem entrar em campo
 
"Parabéns, Cruzeiro. Parabéns, jogadores, comissão técnica, estafe e todos que trabalham dia-a-dia para que o Cruzeiro seja ainda maior! Parabéns, nação azul e obrigado por tudo! Saúde! É campeão! É campeão!", publicou em seu perfil oficial no Twitter. 
 
 
Com 71 pontos, o Cruzeiro não pode mais ser alcançado na classificação. Dias depois de confirmar o acesso à Série A em 2023, o time de Pezzolano festeja agora o título com 21 vitórias, oito empates e apenas três derrotas. O aproveitamento geral após 32 rodadas é de 74%.
 
Para conquistar o título nesta sexta, o Cruzeiro precisava vencer a Ponte Preta e 'secar' os dois rivais diretos. E assim aconteceu. A Raposa fez o seu papel ao vencer a Macaca, de virada, por 4 a 1, no Moisés Lucarelli, em Campinas, na última quarta-feira (28/9), e só restou acompanhar os demais jogos 'do sofá'. 
 
Com o título confirmado matematicamente, o Cruzeiro poderá fazer a festa com sua torcida na próxima quarta-feira, a partir das 21h30, diante do Ituano, no Mineirão. Mais de 60 mil pessoas são esperadas na Pampulha para a festa do campeão.

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Série B é o primeiro título de diversos atletas do Cruzeiro; veja os nomes


Com os tropeços de Grêmio e Bahia, o Cruzeiro assegurou nesta sexta-feira (30/9), no fechamento da 32ª rodada, o título da Série B do Campeonato Brasileiro. Esta foi a primeira conquista da currículo de diversos jogadores do elenco celeste. 



Devido às limitações orçamentárias, o clube formou nesta temporada um time barato e composto majoritariamente por jogadores jovens ou que ainda buscam consolidar suas carreiras. Até mesmo o treinador, Paulo Pezzolano, vive o principal momento de sua vida profissional. 

A média de idade do plantel do Cruzeiro é de apenas 25,4 anos. Entre os jogadores que nunca haviam sido campeões, estão diversos garotos recém revelados na Toca da Raposa, como Stênio, de 19; Daniel Júnior, de 20 e Geovane Jesus, de 21.

Outros atletas que vieram de clubes de fora de Minas Gerais, como o meia o uruguaio Pablo Siles, que acumula passagens por Danubio-URU, Athletico Paranaense e Vitória, e o volante Filipe Machado, ex-Grêmio, também nunca haviam vencido nenhuma competição.

Já no grupo dos jogadores com outras conquistas na carreira, há nomes como Rafael Cabral, goleiro campeão da Copa do Brasil e da Libertadores pelo Santos, no início da década passada, e Lincoln, atacante vencedor de vários títulos nacionais e internacionais com o Flamengo em 2019 e 2020. 

Jogadores que ainda não haviam sido campeões antes:

  • Denivys (21 anos)
  • Gabriel Mesquita (24 anos)
  • Geovane Jesus (21 anos)
  • Daniel Júnior (20 anos) 
  • Kaiki (19 anos)
  • Luis Felipe (21 anos)
  • Machado (26 anos)
  • Matheus Bidu (23 anos)
  • Stênio (19 anos)
  • Pablo Siles (25 anos)
  • Jhosefer (18 anos)
  • Breno (20 anos)
  • Pedrão (18 anos)

Jogadores que já haviam sido campeões antes:

  • Rafael Cabral 
  • Zé Ivaldo
  • Rômulo
  • Eduardo Brock
  • Wagner Leonardo 
  • Oliveira 
  • Wesley Gasolina 
  • Marquinhos Cipriano
  • Chay 
  • João Paulo
  • Fernando Canesin
  • Neto Moura
  • Leonardo Pais

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Cruzeiro bate recorde de título com maior antecipação da Série B



O Cruzeiro bateu mais um recorde nesta Série B. Com as derrotas de Grêmio e Bahia nesta sexta-feira (30), o time celeste assegurou o título com maior antecipação da competição.

Foram necessárias 32 rodadas para a Raposa garantir o troféu. A equipe do técnico Paulo Pezzolano tem 71 pontos, contra 53 do Grêmio e 52 do Bahia.

Restam apenas seis partidas (18 pontos) até o fim da Série B. O Grêmio até pode igualar a pontuação do Cruzeiro, mas ficaria atrás no número de vitórias. Já o Bahia chegará a no máximo 70 pontos.

Com o título na 32ª rodada, o Cruzeiro deste ano supera o Corinthians de 2008 como o campeão da Série B com mais jogos de antecipação.

Há 14 anos, a equipe paulista garantiu o título nacional na 34ª rodada ao derrotar o Criciúma por 2 a 0.

Recordes do Cruzeiro


Este é o quarto recorde garantido pelo Cruzeiro na Série B. Antes, conseguiu o acesso com maior antecedência, a maior média de público como mandante e a maior série invicta da história dos pontos corridos (formato adotado em 2006). Veja na galeria abaixo.



Há pelo menos outros seis recordes que o Cruzeiro mira daqui até o fim da competição. O time celeste ainda busca a melhor campanha da história da Série B por pontos corridos (85 pontos), a melhor campanha como mandante (50 pontos), a melhor defesa (21 gols sofridos), o maior número de vitórias (25), o menor número de derrotas (três) e a maior diferença entre campeão e vice (17 pontos).

☐ ☆ ✇ Futebol Nacional

Com título da Série B, Cruzeiro assegura vaga na 3ª fase da Copa do Brasil



Com o título da Série B, o Cruzeiro garantiu uma vaga na terceira fase da Copa do Brasil de 2023. É um "prêmio" dado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ao campeão da Segunda Divisão.

Em 2022, 12 times entraram na disputa do torneio mata-mata já na terceira fase:

  • Representantes brasileiros na Copa Libertadores: Palmeiras, Atlético, Flamengo, Fluminense, América, Fortaleza, Red Bull Bragantino, Corinthians e Athletico-PR
  • Campeão da Copa do Nordeste: Bahia
  • Campeão da Série B: Botafogo
  • Campeão da Copa Verde: Remo

Para 2023, o Cruzeiro é o terceiro time garantido na terceira fase. Antes, Palmeiras (matematicamente classificado à Libertadores via Campeonato Brasileiro) e Fortaleza (campeão da Copa do Nordeste) asseguraram vaga.

Além da importância esportiva, disputar a terceira fase da Copa do Brasil de 2022 garantiu aos 32 times participantes a premiação de R$ 1,9 milhão. A CBF ainda não divulgou o valor que distribuirá no ano que vem.




❌