Oikos News

🔒
❌ Sobre o FreshRSS
Há novos artigos disponíveis, clique para atualizar a página.
☑ ☆ ✇ Voz dos Mártires

A Perseguição aos Cristãos está além de Prisões e Mortes

Por: admin

Quando a maioria das pessoas pensa em perseguição, pensa que um pastor está a ser ameaçado, espancado ou mesmo morto pela sua fé. Embora este seja o produto final visível da perseguição, há raízes que alimentam esta expressão visível e violenta do ódio.

A International Christian Concern faz uma avaliação muito mais profunda da perseguição. O núcleo da perseguição é muito mais profundo do que a violência ao nível da superfície.

A perseguição espalha-se por toda a comunidade, infetando tudo o que toca. É um sistema tóxico que oprime, aprisiona e escraviza as comunidades cristãs. As barras desta prisão são discriminação laboral, má educação e falta de acesso ao capital.

Estes elementos nunca desaparecem e criam um ciclo vicioso de opressão que se repete durante séculos.

Consequentemente, a perseguição é também uma prisão para as mentes dos crentes perseguidos que é um ciclo quase impossível de quebrar.

A discriminação laboral deixa frequentemente apenas os empregos mais difíceis disponíveis para uma família perseguida. São muitas vezes trabalho pesado, com salário muito baixo. A educação que os cristãos recebem nas comunidades perseguidas é terrível. Por isso, as crianças entre os 8 e os 10 anos são retiradas da escola para o trabalho a tempo inteiro.

Mesmo sem uma discriminação de educação e emprego, o crente perseguido continuaria a ter esperança de se libertar da prisão se tivesse acesso ao capital para iniciar negócios. Mas isso também é negado.

Sem estes elementos, o seu destino é decidido e eles não têm esperança de se libertarem da prisão construída para os manter presos.

 

Ciclo de pobreza e opressão

Os cristãos perseguidos vivem geração após geração um ciclo interminável de pobreza e opressão.

Então nós ajudamos os feridos, restauramos as igrejas que são destruídas, resgatamos as famílias dos mártires, mas é lavar, enxaguar e repetir. Geração após geração.

Infelizmente, as vítimas mais negligenciadas e vulneráveis da Igreja perseguida são muitas vezes as crianças.

O nosso sonho durante anos tem sido ajudá-los a sair das suas prisões e dotá-los das ferramentas necessárias para quebrar o sistema.

Em 2016, a ICC iniciou um projeto chamado Hope House para ministrar ao mais novos dos perseguidos. Dando aulas após o horário escolar regular para lhes fornecer uma educação avançada, ensinando-lhes habilidades comercializáveis como inglês, matemática, leitura e escrita na sua língua materna.

O plano é investir numa comunidade cristã. Fornecendo bolsas de estudo universitárias, formação profissional e bolsas de pequenas empresas para jovens cristãos empreendedores.

“O nosso desejo mais profundo é sermos as mãos e os pés para ajudar a inspirar a esperança dentro destas comunidades e proporcionar-lhes um futuro mais brilhante.” Diz a ICC. “A nossa oração é ver uma comunidade perseguida de crentes transformada e convidamo-lo a juntar-se a nós.

O conteúdo A Perseguição aos Cristãos está além de Prisões e Mortes aparece primeiro em Voz dos Mártires.

☑ ☆ ✇ Voz dos Mártires

Pastor Cristão Morto por Converter Muçulmanos no Uganda

Por: admin

O bispo Francis Obo, pastor sénior da Mpingire Pentecoastal Revival Church Ministries International, na aldeia de Odapako, sub-Condado de Mpingire, foi morto depois de um grupo de extremistas muçulmanos vestidos com trajes islâmicos o terem intercetado a caminho de casa, por volta das 20:30 hs, disse a sua mulher.

Christine Obo disse ao Morning Star News que um dos homens disse ao Bispo Obo que ele era um “infiel” que faz com que os muçulmanos abandonem o Islão e “blasfemem as palavras de Alá”, e que, “Hoje, Alá julgou-te”.

“Outro agressor disse-me para ir embora e acrescentou: ‘Hoje, é dia para o teu marido'”, disse Christine Obo. “Enquanto me movia alguns metros à pressa a tentar salvar a minha vida, ouvi um pequeno barulho e choros do meu marido e apercebi-me que a sua vida estava em perigo.”

Chegou a casa tremendo e incapaz de falar, e os filhos levaram-na para um hospital onde foi tratada em estado de choque, disse Obo. Na manhã seguinte, ela recuperou a consciência e disse ao filho mais velho que o seu pai provavelmente foi morto por muçulmanos radicais, e que ele e os seus irmãos deviam ir ao local.

“Chegando lá, ficaram chocados e com medo, pois encontraram um grande número de cristãos e parentes reunidos em torno do cadáver do bispo, a lamentar a sua morte por extremistas muçulmanos”, disse Obo.

A polícia de investigação encontrou um suspeito, Imam Uthman Olingha, com sangue nas roupas e sapatos, disseram os cristãos da área. Prenderam-no a ele e a outro suspeito identificado como Jafari Kato.

A polícia disse aos familiares que Olingha confessou ter matado o Bispo Obo, com um oficial a dizer-lhes: “Olingha confessou abertamente que não se pode arrepender de ter matado o bispo porque o fez por causa da palavra de Alá para matar todos os infiéis que enganam os muçulmanos. Ele acrescentou que Alá estará com ele na prisão, mas os kafiri  [infiéis] mereciam a morte”, disse Christine Obo.

O bispo deixa para trás uma viúva e 13 filhos. Supervisionou 17 igrejas em toda a região.

O pastor tinha sido ativo a partilhar Cristo com os muçulmanos local e na área circundante, levando muitos deles à fé em Cristo, disse a sua esposa.

“Alguns muçulmanos designaram-no como alguém que tem enganado os seus compatriotas muçulmanos e que tinha sido avisado para parar de converter muçulmanos ao cristianismo”, disse.

No dia 4 de junho, o casal tinha acolhido um antigo professor islâmico que testemunhou como se tornou cristão na sua igreja, disse ela.

“Foi na sexta-feira à tarde, alguns muçulmanos aproximaram-se da nossa igreja e ouviram-no a falar em árabe na igreja, e isso fez com que alguns espreitassem para lá para ver o que se passava”, disse Obo. “Eles ficaram surpresos ao ouvi-lo adorando Jesus como Senhor. Eles foram-se embora, e acredito que partilharam isto com os seus líderes, o que levou à morte do meu marido.”

A constituição do Uganda e outras leis prevêem a liberdade religiosa, incluindo o direito de propagar a fé e converter-se de uma fé para outra. Os muçulmanos não representam mais de 12% da população do Uganda, com concentrações elevadas em zonas orientais do país.

 

Motivos de Oração:

  • Ore pela família do pastor Francis Obo, para que Deus conforte os seus corações neste momento de dor e luto.
  • Ore para que os crentes da igreja do Pastor Fracis, permaneçam fieis ao Senhor, mesmo diante de tamanha perda e perseguição.
  • Ore para que o testemunho do Pastor Fracis e de todos os mártires da Uganda faça crescer a Igreja de Cristo no país.

 

Fonte: VDM, Morning Star News

O conteúdo Pastor Cristão Morto por Converter Muçulmanos no Uganda aparece primeiro em Voz dos Mártires.

☑ ☆ ✇ Voz dos Mártires

Casal cristão condenado a morte no Paquistão é absolvido

Por: admin

O Supremo Tribunal de Lahore (LHC) absolveu na quinta-feira (3) um casal cristão condenado à morte sob a acusação de blasfémia islâmica.

O juiz Shahbaz Ali Rizvi e o juiz Tariq Saleem Sheikh aceitaram um recurso que contestou a sentença de morte e absolveram Shagufta Kausar, de 52 anos, e o marido, Shafqat Emmanuel, de 49 anos, com base em “provas adulteradas e testemunhos manipulados das testemunhas da acusação”, disse o advogado Saif Ul Malook.

O casal tinha sido condenado à morte há sete anos, num caso que suscitou a condenação internacional das controversas leis de blasfémia do Paquistão.

“Foi uma surpresa para mim, porque o LHC estava a atrasar a audiência há mais de seis anos com um pretexto ou outro”, disse Malook ao Morning Star News. “Penso que a audição foi acelerada devido à pressão internacional sobre o Governo paquistanês, em particular uma resolução aprovada pelo Parlamento da União Europeia em abril, que exigia uma revisão do estatuto do SSP+ concedido ao Paquistão, tendo em vista um aumento “alarmante” do uso de acusações de blasfémia no país.”

A resolução da UE exprimiu particular preocupação com o caso de Kausar e Emmanuel, afirmando: “As provas em que o casal foi condenado podem ser consideradas profundamente imperfeitas.”

Tinha notado que o casal alegadamente tinha discutido com o acusador pouco antes de as acusações serem feitas. A resolução da UE, que passou esmagadoramente, 662 para 3, com 26 abstenções, também declarou que o recurso do casal tinha sido “adiado várias vezes”.
O veredicto detalhado do tribunal será divulgado em breve, disse Malook, acrescentando: “Estou muito feliz que o tribunal tenha dado uma audiência compassiva aos meus argumentos sobre a adulteração das provas e testemunhos das testemunhas da acusação.”

A partir desta escrita, Kausar ainda estava na Prisão Central para Mulheres em Multan, enquanto o marido Emmanuel estava na Prisão Central Faisalabad.

O casal foi condenado em 2014 por enviar mensagens de texto blasfemas insultando o profeta do Islão, Maomé, a um imã local, de um número de telefone registado em nome de Kausar.

A mãe de quatro crianças trabalhava como empregada de limpeza numa escola missionária local em Gojra. O marido está paralisado da cintura para baixo e não consegue trabalhar.

De acordo com Malook, que ganhou a liberdade para o condenado de blasfémia mais importante do Paquistão, Aasiya Noreen (mais conhecida como Asia Bibi) em 2018, os advogados do Fórum de Advogados de Khatam-e-Nabuwwat fizeram o seu melhor para intimidar os juízes durante os três dias de audiência, “mas felizmente os juízes não sucumbiram à sua pressão”.

“É possível que o Fórum liderado pelo advogado Ghulam Mustafa Chaudhry conteste a decisão do LHC no Supremo Tribunal, mas não creio que se mantenha devido aos fracos motivos”, disse.

Acrescentou que, apesar de adiada, a absolvição sublinhou que a maioria dos casos de blasfémia estavam enraizados em vinganças pessoais.

“É lamentável que pessoas inocentes sejam forçadas a apodrecer nas prisões durante anos por falsas acusações de blasfémia”, disse. “Esta prática tem de parar agora. A acusação é tão grave que até os juízes têm medo de realizar audiências e de tomar decisões por mérito.”

Um dos juízes do recurso, Rizvi, foi o mesmo juiz que rejeitou o recurso de Ásia Bibi ao LHC contra a sua sentença de morte.

Malook disse que, tal como Ásia Bibi, o casal terá de receber asilo no estrangeiro devido a uma séria ameaça às suas vidas no Paquistão.

“As forças que financiam e apoiam o uso indevido das leis da blasfémia sofreram um grande revés devido à absolvição do casal, e estou muito preocupado com a sua segurança”, disse.

Uma fonte do governo disse ao Morning Star News que as agências de segurança foram direcionadas para garantir a proteção do casal e do seu advogado.

“Este caso está a ser monitorizado diretamente pelo governo depois de ter sido levantado na resolução da UE”, disse a fonte sob condição de anonimato. “A audição acelerada do recurso deveu-se também à intervenção do Governo.”

Vidas destruídas

Funcionários da Igreja e grupos de direitos humanos dizem que as alegações de blasfémia são frequentemente usadas não só para acertar contas pessoais, mas para atingir as minorias religiosas no Paquistão.

O sacerdote Azad Marshall, presidente da Igreja do Paquistão, congratulou-se com a absolvição do casal.

“Embora seja animador notar que o tribunal fez justiça ao fim de oito anos, os nossos corações estão a chorar pelo sofrimento que a pobre família tem sofrido todos estes anos”, disse ao Morning Star News. “Esta atrocidade em nome da religião deve acabar agora.”

O abuso flagrante das leis da blasfémia prejudicou a vida de todos os paquistaneses, independentemente das suas fés, disse Marshall.

“Meras alegações são suficientes para destruir a vida dos acusados e das suas famílias, e está na altura de o governo paquistanês lidar com esta questão crítica sobre prioridade”, acrescentou.

O líder da igreja disse que, embora o Supremo Tribunal tenha admitido a inocência do casal cristão, deveria ter ordenado uma ação contra todos os envolvidos na falsa alegação.

“As alegações de blasfémia devem ser pronta e minuciosamente investigadas por uma autoridade independente e imparcial, e os falsos acusadores devem ser punidos com punições severas se o governo pretender impedir o uso indevido das leis da blasfémia”, disse.

Acrescentou que a lei deve ser alterada para que os FIRs em todos os casos de blasfémia sejam registados apenas após autorização do órgão governamental em causa antes que os tribunais os tomem.

“Temos levantado esta questão em todos os fóruns, mas parece que o governo só toma medidas seletivas quando está sob pressão internacional, como tem sido visto nos casos de Ásia Bibi e agora no caso de Shagufta e Shafqat”, disse Marshall. “Quando levantamos a voz contra estes casos, dizem-nos que estamos a desalinhar o nome do Paquistão no mundo. Não percebem que, a menos que o governo aja contra o uso indevido das leis da blasfémia e outras questões como a conversão forçada de raparigas menores de idade, a imagem do Paquistão não melhorará a nível internacional.”

Ativistas dos direitos dizem que é improvável que qualquer governo avance para revogar ou alterar as leis da blasfémia devido a sentimentos islâmicos ferozes no país de maioria muçulmana. Dizem que as autoridades paquistanesas devem ser instadas a aplicar imediatamente salvaguardas processuais e institucionais eficazes a nível de investigação, ministério público e judicial, a fim de evitar abusos destas leis.

Pelo menos 35 pessoas detidas em 2020 foram condenadas à morte por blasfémia, contra 29 no ano anterior, segundo o Relatório Internacional de Liberdade Religiosa do Departamento de Estado dos EUA de 2020, divulgado no mês passado.

O relatório cita o Centro de Justiça Social, uma Organização Nacional não Governamental, que refere que pelo menos 199 pessoas foram acusadas de crimes de blasfémia em 2020, o maior número de casos de blasfémia num só ano na história do país.

 

Motivos de Oração:

  • Ore por Shafqat e pela sua esposa Shagufta, para que Deus prepare todas as coisas para que eles possam começar uma nova vida fora do Paquistão.
  • Ore pelos cristãos que continuam presos, acusados falsamente com base na Leia da Blasfémia, para que também sejam libertados.
  • Ore para que a comunidade internacional continue a fazer pressão sobre o governo do Paquistão para esta Lei seja revogada.

O conteúdo Casal cristão condenado a morte no Paquistão é absolvido aparece primeiro em Voz dos Mártires.

☑ ☆ ✇ Voz dos Mártires

Jovem mãe cristã morta em ataque na Nigéria

Por: admin

Pastores Fulani mataram a mulher e o sobrinho de um cristão no Estado do Plateau, na Nigéria, num ataque à sua casa na noite de quinta-feira (20 de maio), disseram fontes.

Jeffrey Moses, de 26 anos, disse que ele e a sua mulher, Ladi Jeffrey, de 21 anos, e o sobrinho Shadrach Zwewhie, de 19 anos, estavam a dormir quando os pastores armados atacaram a sua casa por volta das 9 horas da noite, na aldeia de Jebbu Miango, distrito de Miango, condado de Bassa. Ladi Jeffrey era mãe de um bebé de 16 meses.

No início desse dia, os pastores fulani invadiram a sua quinta e emitiram ameaças, disse. Cerca de cinco pastores forçaram a entrada na casa naquela noite, cada um deles armado, disse Moses, acrescentando que estava a dormir no quarto com o bebé enquanto a mulher dormia noutro quarto.

Shadrack Zwewhie, de 19 anos, foi morto em Jebbu  Miango. (Foto: Morning Star News)

“Ouvi tiros. Acordei e estava muito fraco. Tentei levantar-me, mas não consegui fazê-lo”, disse Moses ao Morning Star News. “Os pastores dispararam três vezes antes de forçarem a entrada na nossa casa.”

Ladi, a esposa de Moses foi morta naquela noite. Zwewhie, membro da Igreja Evangélica Winning All (ECWA), foi levado para uma clínica médica onde mais tarde veio a falecer, disse Moisés.

“Mais cedo naquele dia, por volta das 16:00 hs, os Fulani invadiram a nossa quinta, destruindo as nossas colheitas, e ameaçaram atacar-nos depois. Não imaginávamos que eles nos atacariam no mesmo dia.”

Moses, casado em abril de 2019, disse que a polícia só chegou cerca de uma hora depois do ataque e, portanto, não pôde perseguir os assaltantes.

“O triste é que há soldados parados perto da nossa aldeia, mas não fizeram nada para deter os pastores”, disse Moses.

 

Motivos de Oração:

  • Ore por Moses e pela sua família, enquanto enfrentam o luto e a perda.
  • Ore para que a violência contra os cristãos na Nigéria seja contida e para que o governo tenha uma posição diante dessa situação.
  • Ore para que os cristãos permaneçam firmes na fé e para que o seu testemunho alcance muitos para Cristo.

Fonte: VDM, Morning Star News

O conteúdo Jovem mãe cristã morta em ataque na Nigéria aparece primeiro em Voz dos Mártires.

☑ ☆ ✇ Voz dos Mártires

Cristão com deficiência mental obrigado a se converter ao islamismo no Paquistão

Por: admin

Adnan Bashir é um cristão com deficiência mental que vive em Gujjar Khan, Punjab.

Em 14 de abril, ele saiu de sua casa e inadvertidamente encontrou um protesto sendo realizado por membros do Partido Islâmico Tehreek-e-Labbaik Paquistão (TLP).

Aproveitando a oportunidade, os manifestantes forçaram o cristão vulnerável a recitar publicamente o credo islâmico que significa conversão ao Islão. A ‘conversão’ foi gravada e publicada nas redes sociais.

Nessa noite, Adnan disse à sua família que, quando estava a assistir ao protesto, o seu antigo empregador ofereceu-lhe um mimo na condição de se juntar aos manifestantes e recitar o credo como solicitado.

Desde que o vídeo foi publicado online, os conhecidos muçulmanos contactaram os parentes de Adnan, perguntando quando o resto da família iria abraçar o Islão. Alguns ameaçaram esta família com graves consequências se ‘forçarem’ Adnan a ‘voltar’ para o cristianismo, alertando que a apostasia é punível com a morte.

O irmão de Adnan, Fayyaz, diz que os membros do partido estão a monitorizar os movimentos dos membros da família.

“As nossas vidas tornaram-se miseráveis devido às ameaças e vigilância dos ativistas da TLP”, explicou. “Não podemos pedir ajuda à polícia, nem a qualquer outro governo ou líder religioso, porque todos têm medo do TLP, e também porque este assunto pode facilmente ser transformado numa questão religiosa.”

Motivos de Oração:

  • Orem pela segurança e orientação para esta família de crentes enquanto enfrentam esta difícil situação.
  • Ore para que Deus fortaleça Adnan, Fayyaz e o resto da sua família, afirmando a Sua presença nas suas vidas e dando-lhes a confiança, discernimento e graça de que precisam para superar o ataque da perseguição.
  • Orem pelos responsáveis pela conversão forçada e ameaças. Que venham a conhecer o amor e o perdão de Cristo.

Fonte: Morning Star News

O conteúdo Cristão com deficiência mental obrigado a se converter ao islamismo no Paquistão aparece primeiro em Voz dos Mártires.

☑ ☆ ✇ Voz dos Mártires

Cristãos convertidos no Irão acusados ao abrigo de nova legislação

Por: admin

Os cristãos iranianos pedem oração pelos cristãos covertidos Amin Khaki, Milad Goodarzi e Alireza Nourmohammadi que foram acusados de “propaganda de educação desviante, ao contrário da santa religião do Islão”.

Em 5 de maio, foram emitidas intimações a Amin, Milad e Alireza, acusando-os nos termos do artigo 500.º, recentemente alterados com disposições que incluem pesadas penas (dois a cinco anos de prisão) para quem cometer “qualquer atividade educativa ou proselitista desviante que contradiga ou interfira com a lei sagrada do Islão”.

Amin, Milad e Alireza foram libertados sob fiança de 250 milhões de tomans  (cerca de 1.500€) e disseram-lhes que deviam apresentar-se semanalmente ao ramo de inteligência da polícia iraniana durante os próximos seis meses. Outros cristãos cujas casas tinham sido invadidas em novembro também foram ameaçados de prisão e outras possíveis punições, como restrições ao emprego.

No ataque de novembro de 2020 às casas de convertidos em Fardis (perto de Karaj), agentes dos serviços secretos confiscaram Bíblias, telemóveis e computadores. Ninguém foi preso.

O assédio continuou em janeiro e fevereiro, quando os cristãos foram ameaçados com longas penas de prisão e disseram que seria melhor se fugissem do país. Solicitados a assumir compromissos que se abstenham de atividades cristãs, todos se recusaram a cumprir.

Quando as disposições relativas aos artigos 499.º e 500.º foram propostas pela primeira vez em 2020, temia-se que a legislação pudesse ser utilizada para restringir ainda mais as liberdades das minorias religiosas e criminalizar as suas atividades, incluindo as que estão online.

O artigo 19.º, uma organização que promove a liberdade de expressão e a liberdade de informação, advertiu “que, embora as novas disposições imponham uma ameaça a quem se recuse a subscrever crenças e ideologias sancionadas pelo Estado, terão um impacto desproporcionada em indivíduos pertencentes a minorias religiosas e baseadas na fé e grupos étnicos”.

A legislação foi aprovada pelo Parlamento em 13 de janeiro, aprovada pelo Conselho do Guardião em 3 de fevereiro e assinada pelo Presidente Rouhani em 18 de fevereiro para vigorar a partir de 5 de março de 2021.

Motivos de Oração:

  • Por favor, peça ao Senhor para fortalecer e preparar os nossos irmãos enquanto esperam o desfecho dessa situação. Peça ao Senhor que lhe dê paz.
  • Ora para que as autoridades tratem os prisioneiros cristãos com misericórdia e compaixão.
  • Louve a Deus pelo Seu trabalho na construção da Sua Igreja no Irão. Ora para que o Senhor esteja a equipar os crentes e a fortalecer a sua fé, para o seguir numa nação que se opõe severamente à mensagem do Evangelho.

Fonte: Middle East Concern

O conteúdo Cristãos convertidos no Irão acusados ao abrigo de nova legislação aparece primeiro em Voz dos Mártires.

☑ ☆ ✇ Voz dos Mártires

A China remove aplicações bíblicas da App Store e proíbe o uso do WeChat Cristão

Por: admin

As autoridades comunistas chinesas continuam a reprimir o cristianismo removendo as aplicações bíblicas e as contas públicas do WeChat Cristão.

Quando alguém tenta aceder a essas contas, lê-se numa mensagem: “(Nós) recebemos um relatório que (esta conta) viola as ‘Prestações de

Gestão de Serviços de Informação de Contas públicas do Utilizador da Internet’ e a sua conta foi bloqueada e suspensa.”

As Aplicações Bíblicas também foram removidas da App Store na China, e as Bíblias em cópia impressa também já não estão disponíveis para venda online.

As Aplicações Bíblicas só podem ser descarregadas na China com o uso de uma VPN.

Outro sinal da repressão em curso é que as livrarias das igrejas sancionadas pelo Estado têm vindo a vender cada vez mais livros

que promovem os pensamentos do Presidente Xi Jinping e a ideologia comunista.

Motivos de Oração:

  • Ore para que o Senhor inunde esta nação com a Sua Palavra através de bíblias impressas e digitais. Louve a Deus, pois nenhum plano do homem pode impedir a Sua palavra de ir em frente e alcançar os Seus propósitos (Isaías 55:11).
  • Ore para que esta última repressão traga mais determinação aos seus filhos para se manterem fortes e não desistirem.
  • Peça ao Senhor para suavizar os corações daqueles que têm autoridade, atraindo muitos para si mesmo.

Fontes: Christian Post, International Christian Concern

O conteúdo A China remove aplicações bíblicas da App Store e proíbe o uso do WeChat Cristão aparece primeiro em Voz dos Mártires.

☑ ☆ ✇ Voz dos Mártires

Cristãos Fulani recebem Bíblias em África

Por: admin

Atualmente, existem cerca de 15 milhões de pessoas fulanis a viver em África.

Acredita-se que sejam o maior grupo seminómade do mundo e são encontrados em toda a África Ocidental e Central – do Senegal à República Centro-Africana. A grande maioria (cerca de dois terços) vive na Nigéria.

A Milícia Fulani é considerada o quarto grupo terrorista mais mortífero do mundo e ultrapassou o Boko Haram como a maior ameaça aos cristãos nigerianos.

Muitos acreditam que os ataques são motivados pelo desejo jihadista Fulani de tomar terras agrícolas e impor o Islão à população e estão frustrados com o governo que se acredita estar a permitir tais atrocidades.

Este ano, muitos crentes fulani receberam bíblias áudio como parte de um esforço contínuo para entregar a Palavra de Deus entre as tribos Fulani no centro e norte do Sahel.

Distribuição de Bíblias entre os Fulani tem resultado em muitas salvações e a propagação do Evangelho através do Sahel ao longo dos últimos anos, pois muitos estão ansiosos para ouvir a Palavra de Deus.

A Voz dos Mártires tem um projeto especial de distribuição de Bíblia para nações fechadas ao Evangelho. Saiba mais aqui.

Motivos de Oração:

  • Ora para que estes cristãos fulanis cresçam na sua fé enquanto aprendem as Escrituras.
  • Ore para que muitos mais muçulmanos no Sahel estejam ansiosos para ouvir as Escrituras e para conhecer Cristo.
  • Ora pela paz na Nigéria, e para que o Senhor conforte aqueles que sofrem a perda dos entes queridos devido à violência.

Fontes: The Voice of the Martyrs USA, International Christian Concern, BBC, Fantastic Africa

O conteúdo Cristãos Fulani recebem Bíblias em África aparece primeiro em Voz dos Mártires.

☑ ☆ ✇ Voz dos Mártires

Publicado vídeo com terroristas do ISWAP a executar 5 cristãos na Nigéria

Por: admin

Terroristas extremistas islâmicos que sequestraram 11 cristãos no nordeste da Nigéria no dia de Natal, executaram cinco deles, de acordo com um vídeo divulgado pela agência de notícias AMAQ do Estado Islâmico.

 

O vídeo de 49 segundos, datado de 29 de dezembro, mostra cinco membros armados da Província da África Ocidental do Estado Islâmico (ISWAP) atrás dos cinco homens vestidos com túnicas laranja que estão ajoelhados com as mãos amarradas.

 

Antes de matá-los, os terroristas ordenaram na língua Hausa que eles declarassem os seus nomes. Os homens deram seus nomes como Uka Joseph, Sunday, Wilson, Joshua Maidugu e Garba Yusuf.

 

Mas as suas últimas palavras foram: “Eu sou um cristão.”

 

O grupo terrorista ISWAP é um grupo dissidente do Boko Haram, que se comprometeu a transformar a Nigéria num estado islâmico.

 

Em 30 de janeiro do ano passado, o Christian Solidarity International (CSI) emitiu um alerta de genocídio para a Nigéria, conclamando o Membro Permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas a agir. A CSI fez o apelo em resposta a “uma onda crescente de violência dirigida contra os cristãos nigerianos e outros classificados como ‘infiéis’ por militantes islâmicos nas regiões do cinturão central e norte do país ‘”.

 

Motivos de Oração:

  • Ore pelos crentes que sofreram tanto nos últimos anos como resultado desta violência implacável dos grupos islâmicos. Ore pelas outras vítimas do sequestro.

  • Ore contra qualquer tipo de retaliação das comunidades cristãs. Peça a Deus para capacitar os crentes a encorajar uns aos outros com palavras poderosas de perdão e amor.

  • Peça a Deus que use o testemunho dos Seus filhos para trabalhar poderosamente para mudar os corações e mentes daqueles que se opuseram a Ele e à Sua Igreja.

 

Fontes: VDM, Morningstar News

O conteúdo Publicado vídeo com terroristas do ISWAP a executar 5 cristãos na Nigéria aparece primeiro em Voz dos Mártires.

☑ ☆ ✇ Voz dos Mártires

Maior nação de população muçulmana nomeia cristão evangélico como chefe de polícia

Por: admin

Um cristão evangélico foi nomeado como novo Comissário-Geral da Polícia indonésia, a maior nação muçulmana, marcando a primeira vez em quase 50 anos que um membro da minoria religiosa ocupou tal posição.

 

De acordo com a UCA News, o Comissário-Geral Listyo Sigit Prabowo, 52 anos, foi empossado em 27 de janeiro como chefe da polícia. Toma o lugar do General Idham Azis, que se reformou a 1 de fevereiro. Protestante, é o primeiro cristão a ocupar o cargo em 50 anos e o terceiro desde que a Indonésia declarou a independência em agosto de 1945.

 

Os grupos islamistas fizeram oposição, mas Listyo foi o único candidato aprovado por unanimidade pelo Conselho Representativo do Povo, a câmara baixa do parlamento da Indonésia.

 

Foi descrito como um “aliado próximo” do Presidente indonésio, Joko Widodo. O cristão escolhido disse que, no seu novo papel, tentaria “promover a diversidade” e intensificar os esforços para abordar questões como a intolerância e o radicalismo.

 

Listyo também prometeu apoiar a liberdade religiosa e trabalhar “para criar uma polícia fiável e transparente, para ser o protetor de todos os cidadãos da nação”.

“As várias experiências da nação e do Estado até agora serão certamente lições valiosas para todos nós no esforço para continuar a reforma policial”, disse, de acordo com o Foco Evangélico.

O novo chefe da polícia disse ainda que “continuará a realizar os esforços na aplicação da lei para lidar com a pandemia COVID-19 e garantir a segurança pública”.

A nomeação surge depois de Muhyiddin Junaidi, uma figura proeminente no Conselho Ulema da Indonésia, o principal órgão clerical islâmico do país, ter dito que o novo chefe da polícia deveria ser muçulmano.

“Embora a Indonésia seja um país laico, não seria apropriado se o líder da polícia tivesse uma origem não muçulmana. Era natural que os líderes de qualquer país tivessem a mesma religião que a maioria da população”, disse.

 

Motivos de Oração

  • Ore por Listyo Sigit Prabowo, para que desempenhe bem a sua função e para que seja um instrumento nas mãos de Deus para testemunho do Seu amor.

  • Ore para que outros países de maioria islâmica siga o exemplo da Indonésia e dê oportunidades de liderança para cristãos.

  • Ore para que através dos testemunhos dos cristãos, muitos venham a fé em Cristo.

 

Fonte: VDM, Foco Evangélico, GospelPrime

O conteúdo Maior nação de população muçulmana nomeia cristão evangélico como chefe de polícia aparece primeiro em Voz dos Mártires.

❌